Fase da vida pede que as cores mais vibrantes sejam utilizadas, mas tome cuidado para não deixar o cômodo mal iluminado

As cores possuem significado em nossa vida e podem marcar momentos especiais. O verde, por exemplo, remete à esperança, o amarelo ao dinheiro, o vermelho ao amor e o branco é o símbolo universal da paz. E no começo na vida, nada melhor do que embelezar os quartos de crianças, né?

O bacana na hora de escolher as cores para um quarto infantil, é que é possível brincar com todos os tons disponíveis em uma paleta e reunir os mais diversos efeitos. Antigamente, quando se pensava na decoração de um quarto para meninos, logo vinha à cabeça a cor azul e, para as meninas, a cor rosa. Essa tendência mudou e esses tons não são mais os favoritos quando a ideia é montar um quarto com criatividade.

Mas, em meio a tantas cores, qual seria a escolha ideal para decorar o quarto de uma criança? Uma cor vibrante ou uma cor delicada? Quer tornar o mundo do seu filho ainda mais fantástico? Veja a seguir as 3 dicas que separamos para a utilização de tons em quartos para crianças.

Cores para cada idade

Uma criança costuma passar grande parte do seu dia brincando. Portanto, é muito importante que esse ambiente seja agradável aos olhos.

A cor é primordial para a decoração de um cômodo. Mas não existem regras na escolha ideal de um tom por idade ou pelo sexo da criança.

O importante é que você se coloque no lugar dela. Qual cor você escolheria se tivesse 5 ou 10 anos? Qual tom te deixaria mais alegre ao olhar para o seu quarto? As cores vibrantes tendem a ser preferência das crianças mais velhas, tons mais suaves para as novas. Mas, como foi dito, isso não é uma regra.

Se você está em dúvida, uma boa opção é deixar o seu filho escolher a cor. Ele vai adorar a ideia de pintar o seu próprio mundo. Vamos aos tons para que você possa auxiliá-lo nessa escolha:

Tons neutros

Os tons neutros deixam o ambiente com um estilo clássico: bege, cinza e branco. Mas, acreditamos que o quarto de uma criança deve ser alegre e divertido, com mais opções de cores.

Como a mistura de cores também está em alta, nada te impede de utilizar tons claros nas paredes, casando com objetos coloridos. Para os móveis, opte por cores que lembram o desenho animado preferido do seu filho, por exemplo. Dessa forma, o quarto da criança vai fugir daquele tom formal característico de um quarto de adulto.

Fonte: www.imovelweb.com.br